A vida é como a música: Deve ser composta de ouvido, com sensibilidade e intuição.

Daniel Bolito, Professor de Violino

Iniciou os estudos musicais aos 8 anos na Escola de Música Nossa Senhora do Cabo, onde estudou com Paula Fernandes. Mais tarde, ingressou na Academia de Música de Santa Cecília, onde estudou com Lígia Soares tendo, em 2004/2005 ingressado na Escola Superior de Música de Lisboa, onde estudou com Khatchatour Amirkhanian. Mais tarde, ingressou na Universidade de Évora na classe do Prof. Valentim Stefanov, na qual finalizou um ano de pós-graduação.

Ainda no âmbito da sua formação musical, frequentou diversos master classes, concursos e cursos de direção.
Enquanto músico de orquestra, desempenhou a função Concertino, tendo colaborado com várias orquestras tais como a Orquestra Sinfónica Juvenil, Orquestra da Universidade de Évora e a Orquestra de Câmara Portuguesa. Em Dezembro de 2012 passou a integrar a Orquestra Fundação Estúdio em Guimarães, no âmbito Guimarães – Capital Europeia da Cultura.

É membro regular da Orquestra de Câmara Portuguesa, tendo-se apresentado em vários festivais, tais como City of London Festival em Londres, Dias da Música no CCB, Cistermúsica em Alcobaça, entre outros. Colaborou também recentemente com a OCPzero e com o Ensemble mpmp.

Participa regularmente em concertos fora do panorama clássico, privilegiando uma abordagem menos tradicional e mais eclética ao instrumento.

Enquanto Professor de Violino, colaborou já com diversas instituições de ensino, nomeadamente o Conservatório Regional de Setúbal, o Conservatório de Música de Mação e o Conservatório de Música de Alcobaça. O seu método de ensino consiste em desenvolver uma aproximação/familiarização com o instrumento para que o aluno possa rapidamente começar a abordar o mesmo de uma forma autónoma, independentemente do estilo definido.